Vinhos e Queijos

Os portugueses são grandes apreciadores de queijo e vinho, na altura em que o plano é juntar os amigos em roda de uma mesa, estas relíquias são obrigatórias. Mas será que o consumidor português está a fazer as combinações corretas? O presente artigo responderá a essa questão.

Para bom entendedor deste assunto não será difícil saber, mas nunca é demais ter a certeza. Quando o assunto são queijos, na mesa devem estar sempre presentes os melhores mas também para todos os gostos: suaves, medianos ou fortes. Para a realização deste artigo os queijos escolhidos foram os seguintes:

  • Queijos suaves: petit suisse, saint paulin, edam, italico, emmental, gouda, coboco e catupiry;
  • Queijos medianos: brie, gruyère, tete de moine, caccio cavalo, camembert, cheddar, chevre e serro;
  • Queijos fortes: roquefort, gorgonzola, provolone, port salut, pecorino, taleggio, sardo e valençay;

Queijos

 

Enquanto os vinhos que se fizeram presentes foram:

  • Branco seco: viognier ou sauvignon blanc;
  • Tinto leve: pinot noir ou malbec;
  • Tinto encorpado: cabernet sauvignon ou carmenere;
  • Doce: vinho do porto.

Copos de Vinho e Uvas

 

 

Queijos e VinhoAs combinações destes dois produtos são simples e fazem maravilhas ao paladar: os vinhos tintos mais leves acompanham os queijos suaves, os vinhos tintos leves ou brancos secos, os queijos de sabor mediano e por fim os queijos de sabor forte combinam com os vinhos tintos encorpados.

Desfrute destas combinações e tenha sempre os seus amigos em roda da sua mesa.